sexta-feira, janeiro 25, 2008

Curren por Pepe (e Shane Herring!)

Achei essa pérola nas dicas do 70, na mesma hora me cadastrei no canal do Silveirasilveira no youtube.
Se não me falha a memória, isso é do tempo que o Pepe trabalhava com o Bocão e Antônio no Realce/Ombak/Vibração.
A narração me dá nostalgia do tempo em que os textos eram escritos por gente que entende do riscado (e aqui abro um parêntese para Bruno Bocayuva do canal Woohoo, que sabe, como poucos, o que faz).



E ainda um raro clipe com Shane Herring, um dos surfistas mais talentosos que vi surfar.
De todos que surgiram depois de Curren, Herring era o único que tinha a postura e elegância do mestre - e ainda mais power.
Perguntei ao Sarge e Barton Lynch onde andava Herring e os dois bateram nas veias do braço mostrando o caminho de entrada da heroína.
Sarge se adiantou em dizer que volta e meia Herring ensaiava uma volta e que, tirando Occy, Shane Herring foi o talento mais bruto e selvagem que ele acompanhou.
Lembro do S.H. em 1990 na França com sua pranchinha Daniel (apesar de ser de Dee Why, terra do Simon Anderson), fazendo miséria nas triagens.
Dois anos depois ele estava competindo de igual pra igual com Slater no circuito.
Tres anos depois já era história.

11 comentários:

VHNVN disse...

PQP!! QUE SAUDADES!!

Anônimo disse...

Bons tempos!!! Impressionante como ver o Curren surfando não cansa... A nova geração de marabalistas/saltadores/fazedores de piruetas poderiam fazer como o Fabinho Gouvêa fez.... olhar, olhar e se inspirar no mestre do estilo... Iria fazer muito bem ao "surfe" deles. Alguém sabe que som é esse no vídeo do Curren?

Pedro disse...

Curren e REM.....

bota nostalgia nisso, eh eh eh

:)

Lucio Mello disse...

Julio,

O Bocão e o Antônio deveriam liberar parte do acervo deles para a comunidade. Muito material bom. Ah, e que nostalgia...

Me lembro que tinha algumas horas de vídeos gravados no meu video Betamax. Putz, só conhecia eu com este negócio.

Me lembro dos meus vídeos preferidos:
Tom Curren em Rincon, ao som do The Cult;
Pipeline Masters da década de 80, com show de Occy (seu primeiro Masters), Carrol e Joey Buran;
Nicky Wood vencendo o seu primeiro campeonato aos 16 anos;
Um OP Pro em altas ondas de 2 pés, totalmente destroçadas por Curren e Carrol;
E um evento no South Shore do Hawaii em que o Dadá ficou em 5º destruindo. E ainda teve show do Potter.

Porra, poderia escrever horas, mas os vídeos foram-se com o tempo. Tenho certeza que o Boca ainda tem tudo isto guardado lá pela produtora...

[]'s

Paulo de Tarso Duarte disse...

Curren ao som do The Cult em Rincon, foi o primeiro vídeo que apresentou seu surfe de verdade para o pessoal.
Escaladas verticais por cima da espuma, cut backs para dentro dos tubos, em Rincon 6 pés, e fazendo a onda inteira, até a onda fazer a curva, e você só conseguir de trás, os jatos de água para o alto, ou o bico da prancha varando o lip da onda!
A música "She Sell's Sanctuary".

Aí começou a revolução do surfe, para a forma de se surfar que ainda é a que vigora hoje em dia, todos na frente do espelho ou na porta do armário, tentando imitar a posição de braços e joelhos do Curren, suas batidas e viradas para dentro.
Antes surfava-se duro da cintura para cima, braços estáticos, verdadeiros bonecos, base aberta.

Curren é o paradigma do surfe, a transição da forma antiga da maneira de surfar para a nova, em competições, a quanto ao renascimento do free surfe, do soul surfer.
E até na música.
Todos estes movimentos, a atual formar de se surfar, a onda retrô e de free surfe, e esta mania atual de surfistas músicos (sem nem cvhegar aos pés do cara) começaram com o mestre aí de cima.

A linha divisória em todos os sentidos no surfe, AC / DC.

Paulo de Tarso Duarte disse...

Aqui uma das filmagens mais alucinantes e fantásticas!
O segmento inteiro em que surfa em Bawa, Sumatra 12 PÉS com uma
5'7" SWALLOW.

As imagens impressionam até hoje... cut backs, tubos, viradas para dentro, batidas, tudo sem tremer e em um linha só, surfando com as bordas!

http://www.youtube.com/watch?v=YolqPak-b54

Uma aula!
Melhor que isto apenas a seção em J-Bay, em alta velocidades e em uma só linha!

tiagodutra disse...

Fala Julio! Esse vídeo é realmente sensacional. Acho que todo mundo que assistiu postou na hora, hehehe. Tom Curren, "o inventor do surfe manhoso", é realmente fora de série. Ah, e obrigado pelo link do DeChinelo no seu blog, já está retribuído por lá. Um abraço!

Anônimo disse...

Porra, esculhambou com esses 2 videos...........ótimas lembranças.

O shane cantando então....alucinado....show.

Curren quebrando tudo.....

Mandou muito Júlio.....valeu.

Rodrigo rj.

Anônimo disse...

OBRIGADO JULIO.

THEMUDO

Bodhi disse...

O Curren pode ser o mestre do estilo, zen master, mas não tenho conhecimento dele ganhando final em Teahupoo com o pé quebrado ou dropando lay-back lá. Ou então ganhando um Eddie Aikau ou entubando na Barra da Tijuca e depois mandando um floater sinistro. Nem vi ele ganhar vários Pipe Masters, alguns seguidos, e nem o vi tentando completar um rodeo clown lá. Também não o vi derrubando o Sunny Garcia dentro de um tubo em Backdoor. Não posso dizer que o vi se recusando a sair da agua quando um tubarão branco foi avistado em J-Bay e depois nem sei se ele sabe mandar dois aéreos seguidos na mesma onda numa bateria contra o aerialista mais bem rankeado no CT, o Taj.

Isso pra não falar das várias manobras inovadoras que outro cara trouxe pro circuito, além do jeito de surfar com muito mais pressão, velocidade e variedade, além desse mesmo cara entubar muito mais e saber voar.

Então sinceramente não sei o porquê de tanto fascínio, por mais que admire o surf dele sei que tem outros ícones do esporte que me impressionam muito mais em cima de uma prancha.

Anônimo disse...

Alucinante esses vídeos, Shane Herring era o porra louca da época, se bem que pelo visto ainda é, mas surfava muito, se não me falha a memória ele ganhou aquela final contra o Kelly, e no final, ainda trocaram de prancha na bateria.
Tom Curren, destruindo como sempre, o mestre da fluidez.
Aloha Julio, arruma mais uns videos desses que a galera agradece.
Bruno - RJ