segunda-feira, janeiro 02, 2012

Portugal em 10

[Texto publicado na Revista Hardcore, ainda em 2010]


Tiago Oliveira no Algarve - foto do Ricardo Bravo



O Povo do Mar

La do outro lado do Atlantico há um lugar pra ser feliz.
Nesse lugar vive um povo que sempre se fez ao mar e aprendeu como poucos a sobreviver pelo mar.
Houve um dia que um senhor de fino trato resolveu ir ao mar com um novo brinquedo e iniciou-se o surfe numa terra que ja tinha tido todas as sensações proporcionadas pelo mar.
Poucos povos souberam explorar os sabores do mar como os portugueses e menos ainda ousaram tanto em busca dos temperos.
Se as aves que aqui gorjeiam não gorjeiam como lá, as ondas que la quebram (as vezes sozinhas) não quebram como ca.
Portugal é um dos 10 melhores destinos do mundo para quem quer surfar ondas de qualidade e alem disso enriquecer culturalmente, que afinal de contas é metade do motivo pra ganhar o mundo.


A Hardcore desvenda o velho mundo aos seus leitores esperando que essa viagem comece aqui nas paginas seguintes e não termine mais.
Tudo que Portugal tem pra oferecer não cabe numa vida só.



Edgar Nozes no canudo - Foto do Ricardo Bravo


10 perguntas que voce deve fazer antes de comprar sua passagem para Portugal


1 Por que Portugal ?

Portugal devia, ou podia, ser uma ilha cercada de ondas por todo lado.
Não é, mas poderia ser.
Nenhum país da Europa tem tantas praias desertas, prontas para receber todo tipo de surfista, do profissional habilitado ao noviço curioso.
As melhores ondas da tua vida podem estar logo ali do outro lado do Atlantico.
Faça o caminho inverso dos nossos descobridores e vá conhecer um pouco do teu passado. Faça dele o teu futuro.
A riqueza cultural portuguesa vai te surpreender e elevar.
Entra na escola onde Vasco da Gama e Cristovão Colombo discutiam sobre futuros trajetos antes de se lançar ao oceano sem fim.
Suba a escada íngreme e estreita que leva ao alto da belissima Torre de Belem.
Conheça castelos e igrejas mais velhas que nosso país.
Acima de tudo, caminhe pelas ruas e ruelas, olhe atento para as paredes com azulejos que contam sempre alguma historia, perca-se nas rotundas, aprenda a lingua mãe, tome vinho, coma com olhos e depois coma de fato.
Entenda os portugueses.
Não ria deles, ria com eles.



2 Mas tem mesmo onda por la ?

Voce pode escolher, direita ou esquerda.
Cheia ou buraco, longa, curta, lotada ou vazia, perto da cidade ou longe dela.
Fundos de areia e fundos de pedra.
Point Breaks sobram em Portugal e nenhuma ondulação se perde naquele país maravilhoso.


3 E para onde devo ir ?

Depende do gosto do fregues.

Ericeira tem sido o destino preferido nos ultimos 20 anos.
Terra com mais onda por metro quadrado, diz um amigo que vive lá e não sou eu que vou discordar.
Tem Coxos, melhor direita da Europa, muito bem protegida pelos seus locais. Tem Ribeira D'Ilhas, uma Bell's Beach no velho continente.
Tem o Reef, tubo cascudo pra quem não teme o fundo furioso, tem a esquerda fantastica da Pedra Branca, tem os fundos de verão do beach break de São Julião.
Não faz sentido nenhum ir surfar na Ericeira e não comer um Arroz de Mariscos.

Graças ao Rip Curl Pro, Peniche fica cada vez mais popular.
Pelo recorte do seu litoral, Peniche oferece surfe o tempo todo, qualquer vento, qualquer maré, qualquer ondulação.
E tem mais, os Penichenses querem receber mais surfistas e querem receber cada vez melhor.
Supertubos é em Peniche.
Se o amigo ou amiga não se animam com uma onda tão violenta, recomendo o Baleal, uma onda deliciosa que se desmancha com cuidado e gentileza para o surfista se ajeitar na prancha.

Mais ao sul, tem o Algarve, sempre quente e agradavel, com suas ondas tão inusitadas quanto impressionantes.
A costa traz tambem segredos mais ao norte, ao oeste, ao sul.
Na Figueira da Foz tem Buarcos, a Jeffrey's Bay portuguesa.
O Alentejo tem mais do que excelentes vinhos para oferecer…

4 Quando é a epoca boa ?

Todo ano dá onda. 
Verão, julho e Agosto, não são muito recomendados pela quantidade de alemães, ingleses, franceses e toda sorte de turistas que invadem Portugal atras de onda e agua fresca.
De todos países da Europa, Portugal é o que tem o clima mais amigavel no inverno.
Novembro, dezembro, janeiro e fevereiro podem ser mais frios do que somos capazes de aguentar, mas de abril em diante, até outubro, um bom long john resolve o problema.
Nos ulimos dois anos estive em Outubro em Portugal e raramente precisei de casaco durante o dia.
Setembro é tambem tradicionalmente um bom mes de onda.


Esquerda na Ericeira - Foto do Ricardo Bravo

5 E tem onda grande em Portugal ?

Olha, não apenas grandes mas tambem poderosíssimas.
Talvez uma das ondas mais assustadoras deste lado do mundo esteja em Portugal.
A praia de Nazaré quando fica grande é de meter medo até nos mais valente dos surfistas.
Tem a Cave, a onda mais ridicula e insana de toda peninsula e arredores.
O Cabo Raso aguenta ondas que não arrisco medir…


6 Onde me Hospedo ?

Caso voce seja um dos poucos que não tem parentes ou conhecidos em Portugal, saiba que por todo país  voce tem hoteis com precinhos camaradas. É possivel que hoje em dia um bom hotel em Portugal seja muito mais barato do que um hotel na Pipa, Garopaba ou Ubatuba.
Nem vale a pena comparar os preços com hoteis em Noronha ou Ipanema, os de Portugal são infinitamente mais em conta.
Pousadas não são como as nossas, em Portugal existe um programa de pousadas que é um luxo.
Pensões baratinhas pipocam a beira mar.
A possibilidade de fazer amizade e logo ir pra casa de um local não é assim tão rara e os portugueses são tão hospitaleiros quanto brasileiros, principalmente se a educação e cortesia anteceder a disputa de ondas.

7 Como faço pra me locomover de norte a sul ?

Portugal tem a grande vantagem de ser um país pequeno e mover-se é facil.
As estradas portuguesas vão te fazer sentir raiva das nossas.
Os pedagios, nem tanto...
Voce pode atravessar o país de trem com bastante conforto e segurança.
Viajando em dois, o aluguel de um carro fica num precinho camarada e há poucos lugares tão agradaveis para dirigir como Portugal.

8 Tem Mc Donald la ?

Aqui eu conto uma pequena historia de dois americanos amigos meus que enquanto na Ericeira para competir comiam repetidamente num restaurante italiano e sempre pediam o mesmo prato.
Num determinado dia, ja indignado com tamanha falta de horizonte dos gringos, resolvi intervir.
Levei-os para comer Bacalhau a Lagareiro, Arroz de mariscos, pedimos queijos e salada de polvo de entrada, tudo regado a um bom vinho.
A viagem deles começou ali, depois de uma semana em Portugal.
Sim, claro que há McDonalds por todo lado, assim como uma enorme variedade de fast food que se encontra em São Paulo ou Tokio, mas viajar e não experimentar a comida local é quase como não viajar.
A culinaria portuguesa é das melhores do mundo e como no Brasil é bem dividida pelas regiões.
Alem do obvio bacalhau, frutos do mar e uma variedade de peixes quase sempre muito bem acompanhados de batatas ao murro.
As carnes são tremendamente saborosas, principalmente a vitela e o porco que são muito bem feitos - devo mencionar o frango ?
Vinhos são um ritual de passagem para a vida adulta ao mais jovens e aos mais velhos, como eu, é a grande chance de refinar o paladar ao sabor das formidaveis uvas.
Os doces portugueses merecem um capitulo a parte e recomendo que sempre reserve um espaço para degustar cada uma das deliciosas sobremesas que a patesserie oferece.
E aqui volto a afirmar, não há outro lugar na Europa onde se come tão bem e tão farto - e mais barato.

Saca em casa - Foto do Carlos Pinto

9 E as Ilhas ?
Alem do continente, Portugal tem dois arquipelagos a menos de duas horas de distancia com infinitas possibilidades de onda.
Madeira é a mais conhecida, pelas ondas grandes e potentes e tambem pelo suas estradas estreitas debruçadas em despenhadeiros capazes de fazer o mais corajoso dos homens falar fino.
Não há crowd na Madeira, mas há locais e recomenda-se respeita-los, a ilha é pequena demais para fugir de alguma confusão.
Nos Açores ainda existe muita onda para se descobrir, um surfista sozinho pode vagar sem rumo até achar um point break para chamar de seu.
Para chegar nas ilhas basta ficar atento às centenas de ofertas de voos baratissimos saindo de Lisboa.
Com menos de 200 Reais voce é capaz de comprar uma passagem de ida e volta, se bobear com hotel incluido.
A agua nos Açores é quente como no Rio ou São Paulo e na Madeira, dependendo da epoca um short john resolve muito bem.

10 estou convencido, agora me diga uma coisa, os brasileiros são bem vindos em Portugal ?
Nunca fomos tão bem vindos.
Portugal atravessa sua pior crise desde a criação do Euro e precisa do turismo como jamais precisou.
Se um dia ja torceram o nariz para a invasão de surfistas, hoje dão graças a Deus quando eles lotam seus hoteis, pensões e restaurantes.
Guga Gouveia, irmão mais novo do Fabinho, foi pra la na decada de 90 e nunca mais voltou.
Justin Mujica, um venezuelano que foi competir no ISA Games, gostou tanto que arrumou uma namorada, casou, mudou e foi até campeão portugues, assim como Guga e Almir Salazar antes deles.
O maior surfista portugues de sempre, Tiago Pires, é treinado por um Portugues carioca, ou carioca portugues, o big rider Jose Seabra.
O editor da maior e mais tradicional revista portuguesa de surfe tambem pode ser considerado mezzo carioca (dada sua paixão pelo Flamengo e João Bosco), mezzo lusitano (pelo seu eterno encantamento pelas raizes) e fala sem sotaque um carioques danado.

Foto do Carlos Pinto



Guia de sites 
Turismo - http://www.descubraportugal.pt/
Pousadas - http://www.pousadas.pt/
Revistas 
Surf Portugal - http://www.surfportugal.pt/
Onfire - http://www.onfiresurfmag.com/
Fotografos
Carlos Pinto - http://www.charliephotos.com/
Ricardo Bravo - http://www.ricardobravo.com/
Siates de previsão
Beachcam - http://www.beachcam.pt/
Oceanlook - http://oceanlook.sapo.pt/
Surf report - http://www.surfreport.pt/


Surf Total - http://www.surftotal.com/pt/






4 comentários:

Diogo Areia disse...

Obrigado Julio!!! Parabéns pelo artigo... Muito bom

Rodrigo disse...

Parabens Julio, tenho a sorte de ter descoberto esse paraiso ha 14 anos e ter ficado por ca !!
Sou mais um LusoCarioca..

Abraços

Ps : e o SeriesFecham continua ?

Flow disse...

Muito bom! Obrigado.

Bruno Pereira disse...

Bom dia,

Conheci este Blog por acaso, mas vou ficar assíduo...
Estava a vaguear no Facebook, quando no meu mural apareceu uma publicação do Tiago Pires (do qual sou Fã), a falar deste artigo (excelente artigo devo referir).
Devo dizer, que senti ainda mais orgulho em ser Português, depois de ouvir alguém que nasceu longe falar tão bem de Portugal.
Sei que somos um país com muitas arestas a limar em muitas áreas, mas somos também tudo isso que acabei de ler, e isso deixa-me imensamente satisfeito.

Obrigado!!!