quinta-feira, março 04, 2010

Dois dedos de prosa sobre um tricampeão



Pesquei isso la no Swellnet, saite australiano de previsão que tem bom conteudo.
O autor, Steve Shearer, tem feito uma cobertura brutalmente honesta e sem as frescuras de estilo que assolam a Stab, Surfing e outros menos recomendaveis.
Sua ponderação sobre Andy Irons é perturbadora - e reveladora até certo ponto.


Andy, Andy, Andy...God, where do you start with this performance? This clowning, semi-serious and painfully public ritual self-humiliation that he seems to be subjecting himself to. He belongs in the Middle Ages, wearing a sackcloth and publicly whipping himself for the crime of being human. Actually the highlights of his heat with Bobby Martinez were in the post heat interviews. Martinez, suitably contrite and showing pity for the former champ, and Andy, bizarrely happy, almost manic in his rapid fire delivery, which contained gems like "the time is now" and "I'm taking this all the way" and as Luke Steds was getting pasted by Dooma Hopgood "Brah, this could be heavy Brah".

I feel a certain connection with Andy right now, which isn't something grown men usually admit to over the innernet. A desire to drink Gin on a Beneteau Oceanis racing yacht with walnut interiors and some really sad music playing with lyrics like "My life's a vain pursuit of meaningless smiles. Why can't God give me a sign", before watching Andy paddle off into the sunset like Eddie Aikau in the full flower of his youth. There is till hope but Andy is running out of options as the tour contracts after Chopes. He needs to find the sneering arrogance and something like hatred to resurrect a flailing career.


6 comentários:

Anônimo disse...

Correcto quanto ao AI, mas completamente idiota quanto aos Europeus! Como se não fosse uma evidência, o que aconteceu ao Flores, Saca e Neco!... E eu que achava que o Luís Samuel estava retirado, a fumar um joint com o Derek Hynd, algures num secret spot chileno!...

Mas boa dica, a do site!

Abrazzzzoooo,

MP

bruno disse...

Acompanhei a etapa pela internet e o que achei foi que Andy Irons está totalmente fora de forma, não surfou nada, tiago pires foi roubado assim como neco (mas temos que levar em consideração que estamos assistindo pela internet, ao vivo o ângulo é outro). Kelly Slater não quer da o braço a torcer, larga essas tampas de privada e surfa com uma prancha normal, idem para dany que esta sendo empurrado pelos juízes.Mineiro na minha opinião estava com uma prancha muito grande, tinha muito bico na onda, jadson tem que melhorar eese backside se quiser arrumar alguma coisa, cisca muito....

abs Bruno

Anônimo disse...

a verdade é que lá na 1ª ronda já estavam a apontar para a final que sucedeu!Quanto ao preconceito que ha tantos falam existir contra os brasileiros, agora se faz sentir ainda mais, extendido aos euro force.

Alexandre disse...

Júlio,

eu trabalho para a nova revista Soul Surf Rio de Janeiro. Adoraria publicar uma nota sobre seu blog na próxima edição da revista, mas precisaria de uma imagem como ilustração. Você teria um retrato seu em alta resolução (1MB), talvez em frente ao computador??

Meu email é alexandre@revistasoulsurf.com.br

Aloha

Anônimo disse...

O sujeito tá com um naipe de tiozinho que surfa com a sua turma às 8 da manhã, na Macumba, num domingo de sol de meio metro.

A marvada faz mais uma vitima.

E o Imperador da Gavea vai pelo mesmo caminho...

Gabiru

oswaldo pepe disse...

Julio, não tenho seu e-mail e gostaria que voce desse uma olhada em http://waves.terra.com.br/surf/noticia/roubadas-no-hawaii/40572.
um abraço, oswpp