quinta-feira, junho 05, 2008

Enquanto isso, no blogue da Hang Loose...


[Quando aceitei escrever um blogue para Hang loose recebi uma recomendação do Alfio (Lagnado, proprietário da marca): "Julio, quero que você diga as verdades, mesmo que seja pra esculhambar a Hang Loose".

Demorei pra digerir, agora vai.

Estamos quase na metade de 2008 e na página da ASP encontramos apenas o nome do Pigmeu (em 95!) representando a marca que mais investe em surfe profissional no Brasil...]


O texto anda mais um pouco.
Alfio engoliu e respondeu- de bate pronto.

11 comentários:

Viva La Brasa disse...

Como disse o Álfio, "dói ver como está a coisa". Grillo, Pigmeu, Marcondes e Junior Faria tiveram desde cedo TODA a infraestrutura p/ serem vencedores nessa profissão que escolheram seguir. O Grillo tudo bem, o estilo dele é soul mesmo, mas os outros apenas "moscaram", ou "mijaram pra trás", como diz a malandragem aqui. Bando de arregões. Por isso a cada dia eu torço mais pelo Mineirinho, que é criticado pra caralho mas é o único da nova geração que tem vontade e colhões pra encarar o circuito mundial de frente e despachar os bichos-papões nas baterias. Igual ao Teco e, principalmente, o Fabinho. Way to go, kid.

Maurio Borges disse...

Quando estive recentemente em Sampa na Surf Co, o Tom (MKT) me mostrou a nova página da Hang Loose e para minha surpresa quem estava lá? "Marreco" como colunista! Pensei cá com meus botões... O que o Júlio está fazendo por aqui?

Agora, assim de sopetão leio o teu texto publicado no blog da Hang Loose e a inteligente resposta do Alfio.

Acredito que as coisas acontecem ao seu tempo esse senhor das horas! É o processo natural de maturação das coisas...

Se nos anos 80 (final) e anos 90 tivemos Teco e Fabinho abrindo as portas lá fora no Tour, por aqui a falta de visão de dirigentes e empresários e até o período de estruturação do esporte, situação econômica, planos mirabolantes, por essas bandas - fardo pesado nos dias de hoje - contou, e contou muito...

Na minha opinião o Alfio teve muita "inspiração" ao acreditar e investir no surfe e realizar um campeonato que deu muito certo! Até nos dias de hoje se fala do Hang Loose 86 na Joaca. Épico. Na sequência veio o mundial do Fabinho em Porto Rico. O resto da história todo mundo já sabe...

Não é todo dia que se monta uma equipe de "Tecos e Fabinhos'. Dois campeões natos. Então dois moleques cheios de expectativas e sonhos. O catarinense preparado para vencer e o nordestino predestinado. Os caras certos na hora certa!

Se nesse início de decáda - anos 2000 - poucos resultados tivemos de brasileiros no Tour, acredito que seja coisa de momento...

Que as marcas/empresas brasileiras possam investir mais e mais. Que se faça um bom trabalho de base, de estruturação, de suporte. Que tenhamos bons profissionais trabalhando na organização de campeonatos e produzindo bons eventos e ações. Acho que só assim novos Tecos, Fabinhos e Vitinhos poderão surgir.

Tudo ao seu tempo...

Abraço
MB

Anônimo disse...

As grandes marcas brasileiras? Tirando a Hang Loose, o que resta? Reef, Rip Curl, Quiksilver e Billabong? As menores tb falam outro idioma...É de se tirar o chapéu a Hang loose e de se fazer um busto em bronze do Alfio na Joaquina, em Fernando de Noronha, Guarujá....

Put a Keep Are you II

Anônimo disse...

Tem a Mormaii, Maresia, Onbongo, Nicoboco e Pena, e outras nacionais c/ nome em inglês, Greenish, South to South, Smolder, Cyclone, etc., que também investem no surf nacional. A Hang Loose é a mais forte mas não é a única. Que as marcas nacionais se fortaleçam cada vez mais

Paz

Anônimo disse...

O Álfio é um pai para os surfistas do time Hang Loose. Estes deveriam botar a mão na consciência, e em vez de ficarem nessa de soul surfer ou free surfer, arregaçar as mangas e batalhar sério por um lugar ao sol.

É como dizem, o cavalo selado não passa duas vezes na vida, sendo assim, mãos a obra surfistada.

Depois não venham chorar por falta de patrocínio, quem é surfista profissional tem que fazer por onde, o mínimo que se pede é que demonstrem empenho.

No caso desses atletas, não faltam viagens com toda infra-estrutura para picos com ondas de qualidade, para lapidarem o surf.

É como o Álfio disse, se não vingarem serão trocados, e olha que o prazo está sendo bem elástico, ou seja, mais de 5 (cinco) anos, após se profissionalizarem.

Acorda galera!!

Bruno Rozenbaum - RJ

Anônimo disse...

"O Grillo tudo bem, o estilo dele é soul mesmo, mas os outros apenas "moscaram""

Se é para ir por esse lado, não sei pq aliviar a do Grillo....afinal tbm nao teve gana e nem brio pra ir atrás de resultado.

Kerginaldo disse...

Sou novo no surf, existe algum vídeo do teco onde se possa baixar? Só encontrei o do fabinho e um pouco do teco no surf adventures. Valeu!

Viva La Brasa disse...

Aliviei a do Grillo pq o estilo dele é mais tube-rider mesmo, se o cara tá num mar bom ele nem se liga em manobra... Os outros moleques da Hang Loose sempre foram competidores natos, venceram tudo em seus tempos de amadores, e parece ter faltado mesmo força de vontade... O Pigmeu ainda chegou ao WCT e manda bem em Backdoor, graças à amizade c/ o jamie O´brien. Devia aproveitar melhor essa vantagem, não é todo brasileiro que tem guarida em Pipe... O Marcondes me lembra muito o Renatinho, talento bruto gigantesco, inversamente proporcional à sagacidade mental. Desperdício mesmo.

Henrique disse...

Bem...


Parece que a questão sempre acaba na pouca expeiência dos surfista brasileiros em surfar com o timming das ondas do circuito e manter uma mentalidade mais saudável como atleta e competidor...

Nas viagens internacionais que fiz e encontrei com treinadores e equipes de jovens surfistas brasileiros fiquei decepcionado.

Os treinadores eram ridículos, os muleques faziam o que bem entendiam (fumavam maconha, só marolavam...)

A Hang Loose alucinante e séria como empresa e talvez esteja na hora dela criar uam estrutura de ponta en termos de treino para novas apostas,

Os bons atletas não optam pela missão competitiva, que produzam mídias nacionais excelentes (como carecemos destas...) e de quebra achar o patrocinador bacana....

A Hang Loose sempre foi bacana, nunca precisou de pela-saquismo no estilo David Rstovich e provavelmente vai colocar toda essa situação em seu favor,



Quanto ao Grillo ( entuba pra cacete ele!!)

o Fred D'Orey falou que " Tuber rider tem que ir para os dois lados..." comparando o Grillo com Bruno Santos... veremos que Cloud 9 irá trazer de resultado...

Anônimo disse...

As perguntas ideias seriam:
Por que o Mineiro saiu da Hang Loose?
Por que o Neco saiu da Hang Loose?

Quem manda é o Alfio, mas como torcedor fiel, fan de carteirinha do Fabinho, fico triste de ver a HL mandando os maiores vencedores embora, e em ver os outros membros da equipe borrando as fraldas de grife....


Muitas vezes me pergunto:
Como é que a Hang Loose ganha grana se as roupas deles são algumas das piores do mercado?

As unicas que salvam são as dos campeonatos...

Muitas vezes entrei nas surf shops decidido a comprar uma berma da HL e simplemente não encontrei nenhuma que me agradasse. Estavam muito inferiores a Quiksilver, Lost, Volcom e tal...

É a tal da Mafia do surf. Não resta duvida que o Alfio é o maior Mafioso, apesar de ter contribuido muito para o surf brasileiro.

Esse lance de monopolizar o mercado, representar zilhões de marcas estranjeiras e ajudar os donos das lojas a ficarem cada vez mais ricos, só faz com que a gente se importe cada vez menos com o futuro da Hang Loose.

De Boa,
Santos Surfer

Anônimo disse...

Outra coisa:

A iniciativa da HL de criar blogs foi até uma atitude positiva, mas o resultado chega a ser ridículo.

Se somarmos os posts de todos os blogs, não teremos mais do que 1 post por mês.

Fala sério... Se a galera não tem do que falar, é melhor calar a boca.

Isso só mostra a falta de comprometimento dos "profissionais" brasileiros para com seus patrocinadores. Depois não adianta ficar chorando a falta de apoio.

A galera precisa estudar. Aprender a falar outros idiomas BEM. Pelo menos o inglês tem que ser fluente. As entrevistas dos brasileiros para os webcasts são qq coisa de vergonhosas.

De boa,
Santos Surfer