segunda-feira, maio 08, 2006

Grant McLennan (12 de Fevereiro de 1958 - 6 de Maio de 2006)




Li hoje no Quase famosos, Blogue do amigo d'além mar Pedro, que Grant Mc Lennan morreu.
Quem diabos é Grant Mc Lennan e por que interessa uma nota ?
Grant Mc Lennan era vocalista da mais doce das bandas australianas, The Go-Betweens, mais uma das maravilhosas descobertas que o programa 'Novas tendências' na falecida Fluminense FM (tres prêmios de melhor cobertura na ASP, 89, 91 e 92).
Não temos atualmente no Rio de janeiro referência nas ondas do rádio para situar a garotada, que provavelmente nem sente falta por resolver sua sede com a grande rede.
De volta aos Go-Betweens, lembro bem quando comprei o LP lacrado na Gramophone do Shopping da Gavea, Tallulah, idos de 1987. Desci as escadas rolantes correndo, ansioso para chegar em casa e descobrir o que se escondia dentro do plástico.
Fiquei refem daquele disco por mais de um mês mas nenhum único amigo me acompanhava nas audições por acharem talvez 'muito pop' ou 'fácil' demais de gostar.
Aquilo era época do lançamento dos seguintes LPs: Prince, ''Sign o' the Times'', R.E.M., ''Document'', U2, ''The Joshua Tree'', That Petrol Emotion, ''Babble'', Jesus and the Mary Chain, Darklands (de 86 mas chegou aqui em 87), The Smiths "The World Won't Listen", New Order "Brotherhood" (tambem de 86), a pedrada dos Red Hot chilli Peppers, "The Uplift Mofo Party Plan".
Go-Betweens é possivelmente a banda australiana mais influente na musica atual, deixando seu rastro nos cultuados Belle & Sebastian, Broken Social Scene e até mesmo nos Kings Of Convenience e mais duas dúzias que deixo pra turma completar nos comentários.
Grant deixou 4 albuns solo enquanto sua banda decidia se voltava ao estúdio ou não e ainda conseguiu formar um projeto paralelo com Steve Kilbey, vocalista dos The Church, outra banda extraordinária da terra de OZ, o projeto chamava-se Jack Frost e tem um som completamente diferente de tudo que os dois fizeram antes.
Considero Horsebreaker star o melhor dos solos, CD duplo com uma coleção de canções que vale como um passeio pela Great ocean road.



Seu parceiro de banda, Robert Forster, manda avisar para tristeza aumentar que os Go-Betweens terminaram definitivamente.

2 comentários:

Anônimo disse...

aqui no rio tem o programa de rádio ronca ronca, né.

abs,

brunin.

Julio disse...

E não por acaso, feito por um ex-FluFM