sexta-feira, novembro 26, 2004

Junior Baiano salva casamento

[Numa tarde de jogo do Flamengo tudo pode acontecer, mesmo cometer um conto.
Exercício de fantasia temperado de realidade.
Aproveitem.
Júlio]



RITUAL
O ritual tinha sido religiosamente seguido à risca: a velha camisa rubro-negra, a cerveja no mesmo copo de sempre, posicionamento impecavelmente imitado aos últimos 25 anos.
Dera certo algumas vezes- por que diabos não daria certo agora ?
Juíz apita o início da peleja, primeiro gole na cerveja, nada pode dar errado hoje, ai meu Deus do céu! primeiro ataque do Galo, atacante entra sozinho, Junior Baiano faz falta.
Cartão vermelho, expulso de campo, dois minutos de jogo.

4 HORAS
Todo Domingo é a mesma coisa, ele coloca aquela camisa velha e xexelenta do Flamengo, ô corzinha feia, chega a feder de tão usada. Me pede pra colocar duas cervejas no congelador, dá um beijo na minha testa e diz que me ama.
São quinze pras 4, antigamente era mais tarde, cinco horas, agora adiantaram pra não atrapalhar a programação da Globo, Wânia! Traz amendoim.
Levo amendoim salgadinho pra ele comer vendo o jogo e tomando cerveja.
Já sei que se o Flamengo perder ele emburra e não fala mais uma palavra até Segunda-feira.
Quando ganha, sai pra beber na rua e só volta tarde da noite – bêbado.
Não aguento mais.
Ouço um grito de horror, segue uma lista infindável de xingamentos e palavrões que faria corar qualquer papagaio de anedota.

SESSAO DA TARDE
Filudumaputa do Junior Baiano foi expulso de campo! Dois minutos de jogo!
Flamengo corre risco de rebaixamento e esse corno me apronta uma dessas.
Gol do Atleetico Mineiro.
Vai tomar no seu cú, Junior Baiano.
Quer saber ? vou convidar a patroa pra assistir aquele filme que tá levando aqui ao lado.
Eu que não vejo mais um minuto dessa merda de jogo.
Ela vive mesmo reclamando que a gente nunca sai aos Domingos, e Sábado não tem jeito, é dia de pelada.
Sujeito trabalha a semana inteira, merece lazer do final de semana, não é verdade ?
Vamos arriscar aquele filme que a moça do O Globo recomendou, Bonequinho batendo palmas, diz que trata de amor, um casal discutindo relação, parece que tá na moda esse trem.
Relação pra mim se discute na cama.
Amor é contas pagas no fim do mês e pau duro.
Vou puto ao cinema, mas faço qualquer coisa pra agradar a patroa – ‘inda mais quando um escroto feito o Junior Baiano fode com o Flamengo assim.

ANTES DO ENTARDECER
Nem faço idéia do que deu nele, desligou a tevê e falou pr’eu me arrumar que a gente ia ao cinema ver aquele filme que já ando namorando faz é tempo.
Parou de beber, tomou até banho e colocou perfume – hoje tem.
Eu acho tão romântico ir ao cinema Domingo de tarde…
Quando começamos a namorar, todo Domingo era dia de cinema, a gente ficando bolindo naquelas poltronas confortáveis, cada amasso…
Tinha pipoca, Frumello e Fanta, mas bom mesmo era beijo – cada chupão de novela!
Li cada coisa bonita do filme no jornal, a mulher e o homem da revista diziam que era filme pra não se perder, que o amor do casal durava sete anos (desconfiei dessa parte, sete é conta de mentiroso) e que tinha começado noutro filme.
Nunca vi o outro.
Vou calçar aquela sandalinha que ele adora e vestir uma saia curtinha – não posso esquecer o casaco, ai que faz um frio naquele cinema...

DOIS MINUTOS
Quero que se foda o Flamengo. Vou tratar da minha vida que a vida desses muquiranas já está ganha. A patroa anda meio esquisita ultimamente, diz que não compareço mais com aquela vontade do início, são mais de vinte anos juntos, queria o quê ?
E o Flamengo já não é o mesmo…
Em 81 o Mengão era campeão mundial, ganhava tudo que disputava, até par ou ímpar.
Eu era o cara mais feliz do mundo, tinha uma namorada gostosa pacas, torcia pro Flamengo e, feito na música do Jorge Ben, dirigia um Fuscão 76, com rodas de magnésio.
Ninguem podia comigo- nem com o Mengão.

PLUMA
Bonito mesmo esse ator, um pão, quando conheci o Gilberto ele era bonitão assim, bem mais novo e mais forte. A menina é meio magrelinha, parece que tá doidona de fumo, lembra umas modelos que a gente vê no GNT, tudo com problema de bulimia, diz que comem e vomitam tudo para não engodar.
Eu li na revista.
Povo tão evoluído, ele escritor, ela ativista, o papo é tão gostoso, não sabia que discutir relação era bacana desse jeito.
Fiquei curiosa pra ver o primeiro filme, diz que passa em Veneza, igual as Casas Veneza, né ?
Elegante que só, o escritor, nunca levanta a voz, Gilberto vive gritando comigo: Wânia! Traz o almoço! Wânia, joga minha chuteiras pela janela!
É Wânia isso… Wânia aquilo… pra cá e pra lá.

PARIS
Cada parque legal nessa tal de Paris aí, dava pra bater cada pelada…
Ninguem joga bola nessas pracinhas não ?
Esses cara tem pinta de viado, escritor é tudo boiola, né ?
A mulher é magrela, nem peito, nem bunda, e ainda por cima trabalha com negócio de ajudar os outros.
Uma conversa mole, um tal de falar de passado e reclamar do presente, não sai um tiro, um soco, nada.
Acho que esse cara já passou o rodo nessa magrinha, pelo jeito ela gostou, senão nem procurava ele de novo.
Até o final do filme ele come ela.
Quanto deve tá a merda do jogo ?
Junior Baiano filudumgradissíssimocorno.

6 X 1
Fui no banheiro limpar o rosto, nunca gostei de chorar na frente dele, manchou o lápis do olho, aproveitei pra perguntar quanto tava o jogo: 6 x 1.
Gilberto vai ficar pê dentro da roupa quando souber do resultado.
Tomara que ele não ligue.
Ai, será que eles terminam juntos ?
Ela finge que não quer nada, mas dá pra ler nos olhinhos que tá perdidinha por ele – ele por ela tambem.
Tô achando meio chatinho esse filme, mas mil vezes melhor do que ficar em casa lavando louça do almoço em pleno Domingo.
Será que ele vai conquistar ela no final ?

O GALO
Quanto deve estar o jogo ?
Júlio Cézar segura tudo lá atrás, vai garantir a turma.
Será que Jean e Dimba desencantam ?
Sou do tempo do Zico.
A gente era Zico e Flamengo, nessa ordem.
Esse tinha sangue rubro-negro, lutava até o fim – e era franzino, hein ?!
Cara de babaca, esse escritorzinho aí, se fosse eu… como conversam esses dois!
A Wânia gosta muito de conversar, quando pega no telefone é um Deus nos acuda.
Vai entender essas mulheres. Por que essa gente conversa tanto ?
Homem não conversa, homem bebe.

FIM
Gostei do final não. Meio brusco, sem graça.
Essa lenga-lenga toda não deu em nada.
Diz que o filme era tão inteligente e tal… Sei de filme inteligente não.
Quer dizer que esse povo vive de conversa ?
Gostei de Paris, um dia quero conhecer, vou tentar convecer o Gilberto.
Mas foi muito bom quebrar a rotina e ir ao cinema com meu amorzinho.
Homem feito o meu, não tem.

SALGADA
Merda de filme, mas foi melhor do que ficar em casa vendo aquela pelada.
Wânia é que é mulher de verdade, de trezentos talheres, cama, mesa e banho.
Quanto mais vejo essas frescas no cinema, mais amo minha patroa.
Fiquei com um tesão do caralho.
Tava imaginando mais ação no filme, mulher pelada e tal.
Hoje vou dar uma salgada na carne da patroa.
Quanto deve ter sido o jogo ?

2 comentários:

Gustavo Bomba disse...

Que pérola Marreta?
Muito bom. Fiquei emocionado.
Show, sempre torci pro Vasco, mas quem viu o mengo do Zico não esquece. Bons tempos.
As patroas merecem tudo de bom por nos aturarem.
Desce mais uma.
Abraço,

Bomba

Anônimo disse...

ae, julio, cinema puro fez sobre o mengo. mesmo tricolor [era moleque quando o casal 20 e o romerito trituravam seu time], impossível esquecer a máquina do zico e o segundo melhor meio-campo que vi jogar, andrade, adilio e zico [o melhor foi o da seleção na copa de 82], meu pai sempre dizia, "olha esse toque de bola..."
grande abraço, zé