terça-feira, setembro 21, 2004

Fon-fon

Findo o Boost Mobile Pro, a corrida ao título finalmente começa a ficar interessante.
Joel passeou em Trestles e deixou o resto invejoso de tanta classe e sintonia.
C. J. com sua rotina vencedora avisa que farda, mas não talha.
Slater continua na sua incessável luta pela vitória espetacular.
O foco está perdido em algum lugar.
Insistindo nas esquerdas, Slater queria mostrar a mágica que Curren tinha por volta de 89/90, o erro custou caro. Tivesse competido pra ganhar, estaria agora alguns pontinhos mais próximo do primeiro no ranking.
Uma mera foto publicada num saite provocou a avalanche de 2.000 encomendas de rabetas diamante para All Merrick.
Quanto ganha o K.S. da Channel Island ?
Taylor Knox já ordenou a sua.
Que outro surfista tem esse impacto brutal no comportamento de toda comunidade ?
A Billabong finca bandeira no pódio do campeonato que perdeu para a rival Quiksilver: ações, Uól istriti, meia dúzia de cavalheiros vestidos de terno e gravata conspiram...
Em 2003, no Velho Mundo, Andy ganhou Hossegor (Quik) e Kelly, Mundaka (Billa).
No meu ouvido chega a notícia que uma parte da torcida quer que Irons perca de qualquer maneira, nem que para isso Cê Jota tenha que sagrar-se Bi-campeão.
Prefiro Irons Tri.
Joel acelera sem co-piloto e pode ultrapassar todos nessa corrida maluca.
Slater parece perdido em algum lugar onde a vida é azulzinha.
Não é.
Parko feriu o bom garoto com uma vitória incontestável em solo americano, 14 anos depois do mundo se assustar com as imagens do vídeo 'Kelly Slater in Black and White', Touché!
Os Coolie Kids querem o trono do rei.
O Rei que se cuide.

Um comentário:

Anônimo disse...

É, mas o rei ainda é o rei, queiram ou não......