sexta-feira, março 04, 2011

A.B.O.G.

Texto psicografado em 2002 para o saite Uêvis.
Em 2011, continua atual, não mudaria uma virgula.

Cavanhaque, costeleta, tatuagem, camiseta do Billabong pro de Mundaka, boné Hinano, inglês fluente, anéis em quase todos dedos, colarzinho tradicional de alguma ilha remota do Pacífico sul.
Frequentador da area Vip, o tempo todo vestindo seu óculos escuros de pelo menos 200 Verdinhas, raramente visto sentado na areia, pranchinha Xanadu, Roupinha Thermoregurgitator, hospedado no melhor hotel da parada, mais caro, melhor vista, quarto ao lado de um dos top 5 do ranking 2002.
Passa perfuminho pra ir ao palanque.
Aquele é o seu momento: o momento que tanto espera, enchendo o burro de dinheiro, para poder gastar em grande estilo na etapa do mundial aqui no Brasil.
Notem que o perfil de um membro oficial da A.B.O.G. varia dependendo do poderio econômico, ou político, do bacana - cada um na sua.
A entidade não é nova, sua fundação remonta de meados da década de 80.
Antes disso, como relata Rabbit em sua biografia, a gente tomava mais do que dava, mas isso é outra história.
Associação Brasileira de Baba-ovos de Gringos é hoje no Brasil uma das nossas representações mais repimpadas (corram ao dicionário), arrisco dizer que tem mais prestígio do que a ASP South America e, sem dúvida, muito mais carismática do que o nosso orgão (EPA!) máximo e inatingivel, a C.B.F.
Começa pela organização, ninguem chega perto de um gringo durante uma etapa brasileira sem ter que passar pela triagem de um Baba-ovo. Eles tem seu próprio e eficiente sistema de segurança.
Verdade seja dita: a maioria absoluta de membros (Opa!) da A.B.O.G. estão infiltrados na imprensa. Mas isso não foi sempre assim. No início, pessoas relacionadas com a organização dos eventos internacionais tinham a prioridade, até que um fã exaltado, entrou com pedido no Supremo tribunal desportivo e conseguiu uma liminar para acabar com a festa.
       Os preparativos para receber nossos ilustríssimos convidados começam 3 meses antes, com grande antecedência, para melhor hospedarmos 'los gringos'.
A palavra Gringo, no dicionário atual das revistas de surfe nacionais denota qualidade superior.
Quando algum jornalista quer realçar uma virtude, um avanço tecnológico, coisas do gênero, logo apela para o adjetivo Gringo.
E finalmente, um editor bem estabelecido em confortável ambiente refrigeriado, consegue traduzir todo seu provincianismo ao achar que faz um elogio quando escreve em análise que Rodrigo Dornelles, um dos nossos 45, tem um estilo gringo - se o máximo que o sujeito consegue extrair de elogio para um compatriota é o adjetivo  gringo, tudo que foi feito até agora é lixo - o último a defecar, por gentileza, dê descarga.
O Pedra tem um centro de gravidade baixo, os braços elegantemente bem postados, rasga com rara elegância, lembra por vezes a firmeza que tinha o Picuruta, ou Mauro Pacheco, mas 'gringo' não.
Falando nisso, o Joel Parkinson tem um jeito muito Picuruta de surfar, se alguem  que me lê tem mais de 30 anos, preste atenção nas cavadas de back-side do gringo.
Gringo, aliás, vêm de gritos revolucionários mexicanos, quando pichavam Green Go!, em outras palavras, vaia - te Cabrón!
O saite tambem tem seu militante da  A.B.O.G., um galego que luta até contra os indefesos armado sempre com os argumentos da cartilha  A.B.O.G.
É a parte agressiva e inconformada da  A.B.O.G.
Sempre reinvindicando mais fotos de gringos em revistas, mais vídeos gringos nas prateleiras e mais Twix na sessão da Tarde.
Estes são ás vezes tão inconformados que apelam para antiquíssima arte fundada por Jimmy Page e Robert Plant de inverterem frases de louvor ao Demo.
A gurizada pena pleiteando por mais reconhecimento aos gringos e, muita atenção!, só escrevem em inglês, pois reduzidíssimos de vocabulário pátrio.
Normalmente, os piázinhos tem papai e mamãe abonados para soltarem, sem fazer contas, super faturados Dólares pro bebê se divertir com os amiguinhos- trancados no quartinho decorado com páginas da Transworld, posterês do Blink e uma fotografia escondida da Tia Xuxa, com dedicatória e tudo para o Baixinho.
O camarada chega em casa com a prancha nova e liga pra rapaziada toda chamando pra ver a pranchinha, de tão maneira, gringa.
O sonzinho que o malandro descobriu lá de chapecó, bandinha desconhecida, é tão bem feito que é gringo.
A roupa de borracha nacional está tão bem feitinha que a qualidade é...adivinhem ?
Gringa, naturalmente.
       Nada mais justo do que a A.B.O.G. correto ?
A A.B.O.G. fornece ao seus hóspedes todo conforto que a gringalhada merece, sem restrições!
Um A.B.O.G.  tem como meta de vida, representar uma marca estrangeira e ciceronear os gringos da hora que chegam no aeroporto até o tchauzinho, lágrima escorrendo pela face maltratada de sol, no saguão de embarque, ou, dependendo do cacife, na sala V.I.P, onde os gringos são mais gringos.
Aconteceu na casa de um A.B.O.G.
Véspera da chegada.
- Mãe, vai ficar um gringo aqui em casa durante o campeonato mundial, tá ?
- mas, meu filho querido, onde ele vai dormir, não temos cama extra, nem colchão. E a casa está tão desarrumada...
- num tem problema, mãe. Eu durmo na sala e ele dorme no quarto...
- .........???..........??????...........
Dois dias depois.
- Meu filho, seu amiguinho nunca dá descarga no vaso sanitário, fede a maconha, e come de boca aberta fazendo um barulho terrível...
- Mãe, cê tem que ver a rasagada desgarrando a rabeta que ele dá.
_ sim, querido, mas na noite passada ele vomitou todo tapete da sala...
- esquece isso, mãe! o que é um mísero tapete persa ? o John disse que vai me emprestar a prancha reserva dele hoje, se não tiver onda, e me vende baratinho se eu gostar dela...
- .........?????.........???????????..........
Os nomes e o lugar foram mudados para preservar os A.B.O.G.  segundo o código de ética na imprensa.
       Não há conclusão digna de um texto tão maquiavélico e mal redigido como este senão a célebre frase do Ricardo Martins, aquele que faz umas pranchinhas gringas, quando indagado sobre o tema no vídeo Cambito 1:
- Gringo é o caralho!
Falei ?

14 comentários:

Anônimo disse...

Show!! Textinho Gringo!!! ;)

Leandro disse...

Pois é um texto psicografado rsrs, de 2002 atual como nunca. E pior é que só aumenta os militantes do A.B.O.G
Vai entender...

Anônimo disse...

O Águia também falou isso no mesmo vídeo. Ou terá sido no A Prancha? Este, A Prancha, outro vídeo gringo de tão bom...

Anônimo disse...

O pior é que se tornou um hábito, uma vez li uma entrevista de um ex top 16 da abrasp de décadas, que considero um cara humilde, bem brasileiro e o cara soltou a seguinte: "Não é pq é o meu filho não, mas o estilo de surf dele é gringo"

É foda!

abc,
Marcelo

Anônimo disse...

texto gringo!

Henrique Vasquez disse...

hauauhaaha texto gringo foi engracado (estou sem cedilhas e acentos aqui, vou escrever `a la gringa)

At'e meus quinze anos, explorava minha mae com pedidos bermudas e camisas quiksilver.

Ai um dia, em um momento de amadurecimento juvenil, simplesmente arranquei todas etiquetas, passei a comprar bermuda c&a e escrever Lodo no lugar das marcas, afinal a quiksilver n`ao me dava nada em troca.... isso pq na pista de skate, qualquer coisa irada, seja manobra ou objeto, era `` Do Loooodoooou!!`` (ao inves de gringa)

Como premio ganhei a alcunha de Mendigo e Zendigo naquela 'epoca

O mais engra'cado 'e que ate hoje quando saio com mamae na rua, a cabeca dura fica perguntando se eu quero alguma coisas dessas lojas gringas, dizendo que me visto mulambo.

Henrique Vasquez disse...

hauauhaaha texto gringo foi engracado (estou sem cedilhas e acentos aqui, vou escrever `a la gringa)

At'e meus quinze anos, explorava minha mae com pedidos bermudas e camisas quiksilver.

Ai um dia, em um momento de amadurecimento juvenil, simplesmente arranquei todas etiquetas, passei a comprar bermuda c&a e escrever Lodo no lugar das marcas, afinal a quiksilver n`ao me dava nada em troca.... isso pq na pista de skate, qualquer coisa irada, seja manobra ou objeto, era `` Do Loooodoooou!!`` (ao inves de gringa)

Como premio ganhei a alcunha de Mendigo e Zendigo naquela 'epoca

O mais engra'cado 'e que ate hoje quando saio com mamae na rua, a cabeca dura fica perguntando se eu quero alguma coisas dessas lojas gringas, dizendo que me visto mulambo.

Pedro Cezar disse...

Existem Lelecos e Lequinhos em 2011??
Ou a ABOG mandou matar todos?
Belo texto

Anônimo disse...

Repito aqui uma das melhores frases do texto: "Gringo é o CARALHO!!!", e os A.B.O.G.'s que se fodam!!...

Anônimo disse...

Leq, autos texto...

Boa, leq!

Anônimo disse...

Pior são os que correm representando outros países... Vide Jabour family e outros.
Gringo de cú é rola!!!

Anônimo disse...

Estilo é tudo, o cara que não tem estilo é um merda....(cara, bota isso no youtube, pelo amor de Deus...hahahah)

Tubalino

RADAIK disse...

Assunto para o próximo SériesFecham: ABOG...presente e futuro!!!
Aqui pelas bandas do Desterro, imagio que seja umas das filiais ou seria a matriz da entidade???

Anônimo disse...

Gringo bom e o Alejo...
Boa, mas todo pre conceito e burro...
E Salve o estilo refinado, com centro de gravidade baixa do Pedra...
Abraco
Fabricio L.