quarta-feira, dezembro 05, 2007

Neves




Acabou a final do World Cup num Sunset épico.
Finalmente o sistema consegue dar um título ao Makua, um surfista mediano com sobrenome influente.
Léo fez história, pena que a imprensa paulista conseguirá a proeza de transformar esse resultado numa façanha menor.
Daniel Ross foi o surfista do evento.
Ouvir Jordy babando furiosamente los huevos rancheros do baby Rothman me deu náuseas.
O locutor, enquanto Léo liderava a final, quase pedia desculpas ao ouvintes pela gafe duma vitória brasileira em final tão pomposa - consertada pela 'justiça' havaiana.
Léo merecia uma bela homenagem pelo excelente ano.

39 comentários:

carlos dias disse...

Leo surfou muito num mar pesado, mostrou power e linha de onda. Apesar de achar que o Marginal Makua não surfa tudo isso ele mostrou que conhece muito a onda. na verdade to indo dormir com aquele sentimento do torcedor de futebol que ve seu time perder o titulo numa final de campeonato aos 43 do segundo tempo num gol meio duvidoso (impedimento.

Paulo de Tarso Duarte disse...

Bom deixo com vocês o comentário de um sujeito no Ondas em "ingrês" do dia 02/12/2007 18:00:00...
Têm gente que podendo falar m... fala mesmo!
O cara Léo, nsceu em Brás de Pina, subúrbio do Rio de Janeiro, e começou a surfar (e ainda durante um tempo) morando ainda por lá...
Depois mudou-se e radicou-se em Saquarema uma das ondas mais poderosas do Brasil, e se tornou seguidamente o melhor surfista do Brasil seguidas vezes...

E o cara chama o Léo de merrequeiro, e compara a trajetória do Dornelles com a dele, de onde saíram, como se houvesse, primazia de um sobre o outro...

"pois é o Leo neves é um bom surfista, mas é um tremendo merrequeiro, espero q ele se saia bem na bateria dele, mas falando em questão de atitude, meu velho, deves levar em consideração o aprendizado e força de vontade de um surfista que nasceu no litoral do Rio Grande do Sul chegar onde o Pedra chegou!"

Paulo de Tarso Duarte disse...

Um pequeno detalhe...
No inverno, na temporada passada ou retrasada no Hawaii, no mesmo Sunset, e com tamanho e pesado, Raoni e Léo, arrebentaram, com Léo já garantido no WCT, arrancando elogios de toda a mídia especializada...

Anônimo disse...

Renato Sachs
Pelo jeito tanto o Leo quanto o Pedra estão mostrando para os outros amigos e competidores brasileiros qual é a fórmula para se manter no topo, Surf de muita força e pressão e claro com muito tempero próprio, não se intimidando com os malabaristas de plantão, os dois surfistas fizeram uma grande apresentação digna de grande cobertura de toda a mídia, pois fazia muito tempo que nenhum brasileiro fazia final no Hawaii (essa vai para o currículo na hora de renegociar o seu contrato)e principalmente com um mar daqueles 12 p/ 15 pés.....acredito que o caminho é este.

Rodrigo RJ disse...

Inacreditável a garfada que os havaianos deram no Leo, aliás, garfada não, aquilo foi uma machadada na cabeça.
Nunca que eles iam deixar o palhaço do Makua perder aquela final, já tava tudo acertado.
Fico imaginando no palanque na hora que o Makua pegou aquela onda, a pressão que os havaianos não fizeram nos juízes. Até o idiota do Ícaro Cavalheiro deu 9,8 pra aquela onda que não valia mais que 8. (Se fosse o Leo eles davam 7)
O Makua devia ter vergonha e entregar o troféu de campeão e o cheque pro Leo.
Pelo menos todos nós brasileiros sabemos que o grande CAMPEÃO foi o LEO.

Giovanni Mancuso disse...

E não esqueçam que Léo, Pedra e Yuri, sobreviveram a um Sunset de ressaca...vocês tem idéia do que seja uma ressaca naquele pico?
GM

Giovanni Mancuso disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lucio Mello disse...

Não restam dúvidas que o Léo tem muito surfe. Ele já recebeu diversos elogios neste ano. Sinto que os gringos, de tempos em tempos procuram um brasileiro para dar destaque. Ser um "contender". Acho que o Léo poderia ser este cara, mas, sem inglês fica muito difícil. Não vamos nos esquecer que o surfe profissional da ASP possui 1º ministro (Rabbit) e Presidente (Carr). Mas, quem manda neste país são os conselheiros (Billabong, Quiksilver e Rip Curl). Elas precisam vender bermudas e fazer com que os seus acionistas fiquem felizes. Para vender bermudas e camisetas à balde, precisam de ídolos em quem a mulecada possa se espelhar. Um ídolo que não tenha um bom domínio do idioma deles...

Esta é a minha teoria. Que não chega a ser conspiratória, mas, acredito que sirva como um ponto de atenção para os jovens profissionais do esporte. Falar "nós fumo" e "nós vai" nas entrevistas, não vai fazer os seus patrocinadores exatamente felizes...

Lembrei-me do Jojó, recém Campeão Brasileiro de Surfe Profissional no Jô Soares. Ah, é melhor esquecer...

Abs.

Anônimo disse...

Renato Sachs
Kiron Jabour, filho do renomado big rider brasileiro, esta tendo os seus 2 min de fama em vídeo no site surfline.com, patrocínio forte e morador do Hawaii, vários títulos amadores de peso, Será que o futuro esta lá fora?

VHNVN disse...

Lucio Mello, infelizmente, concordo plenamente. Lembrei-me do Fabinho Silva.

Anônimo disse...

É issoaí galera, nosso guerreiro, aquele que muita gente já disse que não sabe nem dar um aéreo, que tem o estilo feio????, que não recebe a devida atenção da mídia, superou muito surfista “muderno” e terminou simplesmente na terceira colocação do wqs 2007! Deveríamos recebê-lo com um carro de bombeiros quando chegasse de novo ao nosso estado, pois o resultado conquistado pelo Pedra tem que ser valorizado, pois ele não conta com o necessário suporte de grandes marcas, nem é o queridinho da galera. Mas ta aí, parabéns Rodrigo e sua família, nós aqui do Ondasdosul estamos radiantes, e agora bota pra dentro em Pipeline!!! DIEGO GOBATTO

Anônimo disse...

Léo surfou MUITO ...
Não acho que foi garfado na final...
O tal do Jordy está me saindo 1 belo de um babaquinha ...
Excelente surfista , mas vou torcer contra ... tipo seleção da Argentina...
Acho fundamental os brasileiros falarem bem pelo menos o inglês...
fuiiii
Juan Tamarindo

Rodrigo RJ disse...

O Leo foi garfado sim!!
Se fosse ao contrário nunca os gringos iam dar 9,5 pro Leo.
Ainda mais com o filho do xerife na água podendo ganhar o título.

Tiraram o doce da boca da criança.

Quero aproveitar e deixar os parabéns ao Pedra. Quebrou a vala o ano todo.

Anônimo disse...

parabens por se manterem no wct e seguirem para mais um ano de deus no acuda para nos manter no WCT...
a me poupem...brasileiro adora migalhas...
enquanto nao tiver um brigando pelo top 5 ou minimo rokkie of the year não da nem pra começar a reclamar...
imaginem os australianos lendo esse blog patetico...comemorando 26 lugar!uhuuuu!

Anônimo disse...

Blog patético com um pateta como você comentando...
Já ouviu falar em hipocrisia?

Brigando pelo top 5?
Meu caro Vítor Ribas, foi TERCEIRO no RANKING FINAL do WCT 1999, circuito cheio...

"Rokkie" of the year?
Seria o apelido carinhoso do Rocky Balboa?

Para um defensor ardoroso de um mais alto nível dos atletas tupiniquins e um provável "baba eggs" de gringo... o inglês tá ó... uuuuuuuuuuuu!!!

ROOKIE...

Anônimo disse...

Blog patético com um pateta como você comentando...
Já ouviu falar em hipocrisia?

Brigando pelo top 5?
Meu caro Vítor Ribas, foi TERCEIRO no RANKING FINAL do WCT 1999, circuito cheio...

"Rokkie" of the year?
Seria o apelido carinhoso do Rocky Balboa?

Para um defensor ardoroso de um mais alto nível dos atletas tupiniquins e um provável "baba eggs" de gringo... o inglês tá ó... uuuuuuuuuuuu!!!

ROOKIE...

Paulo de Tarso Duarte disse...

Aliás como bem lembrado aí em cima...

Hoje, se tiver onda é claro, muito provavelmente começa a despedida, depois de 14 anos, de um dos melhores surfistas e competidores do Brasil.
Um cara simples, muito na dele e que nunca caçou os holofotes, e sempre foi desprezado e ignorado pela "midia" e pelos entendidos do esporte de forma vergonhosa.
Vítor Ribas
Seu 3º lugar no ranking final do WCT em 1999, circuito completo, é o melhor resultado já obtido por um surfista brasileiro em todos os tempos na PRINCIPAL CATEGORIA DE COMPETIÇÃO DO ESPORTE. Nem Fábio, Teco, Neco ou Peterson, os mais falados e badalados brasileiros, conseguiram isto.
Um pecado, indiferença, ignorância, quase uma ojeriza, que nunca entendi bem o por quê...

Aposto que mídia e entendidos vão continuar a ignorar Vitinho... simplesmente vão tratá-lo como apenas mais um dos brasileiros que saíram este ano do WCT...

Valeu Vitinho... a estrada e história foram longas!

Anônimo disse...

O Paulo de Tarso tem razão em exaltar a carreira do Vitinho. Grande surfista esse cabofriense,ex-integrante da fortíssima equipe brasileira do mundial amador do Japão. No começo dos anos 90, certamente foi um dos melhores surfistas do mundo em ondas pequenas. Fez história. É um dos quatro grandes nomes do Brasil no surfe internacional, em todos os tempos.

Só que não considero aquele terceiro lugar em 99 como a maior conquista do surfe brasileiro. Na estatística, pode até parecer, mas existem algumas pecualiaridades que precisam ser consideradas: (1) o mestre tinha acabado de se aposentar; (2) o circuito estava numa era negra, de transição, em que os veteranos já estavam um tanto cansados e os novatos bastante verdes.

Penso que as maiores conquistas de um surfista brasileiro em nível internacional foram incontestavelmente conseguidas pelo Gouveia: (1) campeão mundial amador, quando ninguém nem sonhava com isso; (2) primeiro brasileiro top 30, quando isso ainda era tabu; (3) primeiro brasileiro a vencer na ASP, no Brasil e fora do Brasil; (4) primeiro brasileiro no TOP 16; (5) primeiro brasileiro TOP 5, no inicio da era Slater,quando Kong, Potter e cia ainda estavam quebrando; (6) Primeiro e único brasileiro a vencer no Hawaii; (7) as duas vitórias no Ocean Dome, em cima de todos os astros do circuito. Acho que isso tudo mostra uma regularidade e uma ascensão lenta porém progressiva do Gouveia, que não existiu na mesma intensidade na carreira do Vitinho.

Também não é demais lembrar que o terceiro do Vitinho, apesar do facínio que o número em si exerce, não chegou em nenhum momento a lutar pelo título, coisa que o Teco fez no ano de 2000 (?), quando, depois de um ano bem regular e, pondendo chegar à inédita liderança do ranking durante a etapa brasileira, mostrou toda a sua incompetência ao perder pro dublê de caranguejo Russel Winter, nos instantes finais, em um erro tático grotesco (ao invés de marcar o buldogue inglês, optou por surfar uma marola que não deu em nada, deixando-o livre para pegar uma onda há 1 minuto do final).

De qualquer forma, fica aqui o reconhecimento pela carreira do Vitinho, que fez história ao lado de Gouveia, Teco e Peterson (este último outro monstro, inclusive no estilo).

Anônimo disse...

O Peterson é um cara que tem que ser lembrado sempre. Muitos falam do seu estilo..........., mas a verdade é que ele surfa pra cacete e sempre estava nas cabeças no wct.

Quando o mar subia a gente já sabia que tinha um brazuca pronto pra representar e cheio de disposição.

Sempre quebrava em jefreys bay....hawaii....

Aquele wct que ele ganhou no Rio virando a bateria na última onda com direito a aéreo e tudo foi sacanagem. Ficou marcado na minha memória.

CresceNet disse...

Oi, achei seu blog pelo google está bem interessante gostei desse post. Gostaria de falar sobre o CresceNet. O CresceNet é um provedor de internet discada que remunera seus usuários pelo tempo conectado. Exatamente isso que você leu, estão pagando para você conectar. O provedor paga 20 centavos por hora de conexão discada com ligação local para mais de 2100 cidades do Brasil. O CresceNet tem um acelerador de conexão, que deixa sua conexão até 10 vezes mais rápida. Quem utiliza banda larga pode lucrar também, basta se cadastrar no CresceNet e quando for dormir conectar por discada, é possível pagar a ADSL só com o dinheiro da discada. Nos horários de minuto único o gasto com telefone é mínimo e a remuneração do CresceNet generosa. Se você quiser linkar o Cresce.Net(www.provedorcrescenet.com) no seu blog eu ficaria agradecido, até mais e sucesso. If is possible add the CresceNet(www.provedorcrescenet.com) in your blogroll, I thank. Good bye friend.

Anônimo disse...

"Peterson (este último outro monstro, inclusive no estilo)."



tava indo tao bem no texto...

Anônimo disse...

Quem diz que Vitor Ribas é ignorado pela mídia começou a surfar ontem... o cara era o menino de ouro do Roberto Valério, teve suporte ímpar por parte da Cyclone e ainda foi adotado pelo Ricardo Martins que só fez foguete pra ele desde moleque. dá licença, o Vitinho é um cara bacana e pega muito, mas não me venham dizer que é injustiçado. teve sempre as portas abertas com patrocinadores e com a mídia, mas todo mundo fica velho irmãos e daí é hora de fazer a malinha e voltar pra Cabo Frio. Com todo respeito.

Anônimo disse...

Acho engraçado que um monte de gente aqui desmerece os brasileiros que com todas seus defeitos conseguiram chegar na elite da profissão que escolheram. Quantos aqui que criticam o Vitinho, o Peterson e cia alguma vez na vida conseguiram estar entre os 30 melhores do mundo nas carreiras que optaram seguir?

Anônimo disse...

Curioso o ser humano...A matéria evoca o feito histórico de um brasileiro novato no circuito, que, pelo visto, ainda comemorará muitos outros triunfos, se continuar focado. No entanto, os comentários giram em torno da própria vaidade: quem sabe mais sobre a Tour.

Anônimo disse...

VERGONHA ESSE SUNNY FDP TEM Q METER A PORRDA NESSE...TO REVOLTADO

bodhi disse...

"Curioso o ser humano...A matéria evoca o feito histórico de um brasileiro novato no circuito, que, pelo visto, ainda comemorará muitos outros triunfos, se continuar focado. No entanto, os comentários giram em torno da própria vaidade: quem sabe mais sobre a Tour." = MUITO BOM!

O sunny e o Neco não eram amigos?
Vai ver que o cara não gosta mesmo de brasileiro...

Mephysto disse...

Sunny (paradoxo nominal: pois deveria ser cloudy ou rainy), em seu triste ocaso, luta contra o próprio destino inglório, desde que optou em se entupir de esteróides. Qualquer substância consumida desenfreadamente, sobretudo aquelas que agem na psique, faz com que o indíviduo perca o contato com a realidade consensual, e crie sua própria dimensão. Transtornado pelo inferno - interno - eterno, o Heroí decaído, vai, pouco a pouco, se tornando caricatura de si mesmo. O talento (gift) se tornou um fardo, pois virou armadilha para um espírito que está a esperar, tão-somente, o Juízo Final.

Vale lembrar que na temporada 2006, na Indonésia, Rainy e seus asseclas surraram um surfista do Arpoador, garoto de 19 anos, por ser brasileiro, e, principalmente, por ter orelha de repolho (o ligaram ao Ju-Jitsu). Segundo me contaram, o garoto segurou o tranco, mas exigia, ante a covardia do trio (+Rothman e Kala Alexander) , que o veterano o encarasse mano a mano. O que lhe foi negado, sendo juntado no Resort de Maccaronis, rendendo quase a destruição do hotel e a expulsão da Gang pela Polícia Indonésia.

Quer dizer: ele não tem chance, a escolha já foi feita, o contrato celebrado, e agora a contrapartida é obrigatória, sem retorno (Highway to Hell)

Rodrigo rj disse...

Esse Sunny é um filho da puta.
Neguinho tinha que pegar esse merda e dar muita porrada.

Não adianta, como dizem "pau que nasce torto não se endireita".............e esse merda mostrou mais uma vez ao mundo quão escroto ele é.

Faço aqui um apelo aos brazucas que deem um corretivo nele assim que possível.

E o pior é que a ASP não vai fazer merda nenhuma.

Tinham é que dar um convite para ele se afastar de vez das competições...........esse cara faz mal ao esporte.

Anônimo disse...

Ah se esse energumeno pisa no Brasil...Vai virar presunto.

Anônimo disse...

Sunny quer voltar ao Brasil. Assista à entrevista!

http://globoesporte.globo.com/ESP/Noticia/Surfe/0,,MUL214263-7499,00-SUNNY+FAZ+PIPE+RELEMBRAR+OS+BLACK+TRUNKS.html

Todos torcemos por isso e o esperamos de braços abertos. Faça parte da campanha : Volta Sunny !!!

Anônimo disse...

Vai... vai virar sim...
O Eddie Rothman já veio três vezes seguidas ao Brasil, especificamente em SP, e aí? Ele mesmo, o chefe mor da gang, o pai do Makua, que esbofeteou o Paulo Moura e criou confusão com o Peterson.
Nego fez alguma coisa?
Nego não falou que ia botar cabeça de havaiano a prêmio?
Ele é o quê? Japonês?

Vai ficar por isto mesmo e acabou... quando muito uma multa!
Depois do crime da agressão, sem reclamação ou denúncia na polícia, ou até mesmo botar a cara a tapa lá e que se dane campeonato, como fez o Zidane na Copa, o pior é ficar escutando este bando de "valentões de beira de piscina à noite" do Rio, SP, e do Sul, falando que vai fazer isto e aquilo... bando do meio quilo com complexo de Rickson Gracie...e quando fica cara a cara ó... pufff...

O caminho é chamar a polícia, denunciar, e botar o cara que já têm rabo preso em cana.
Ou fazer como o Renan Rocha que lá mesmo chamou o J. B.Gomez para a porrada e este amarelou, dizendo estar em condicional...
Ou como o Koby Abberton que surrou o cara no banheiro numa noite em pleno Hawaii..

Rodrigo rj disse...

Boa lembrança essa do Renan Rocha.
Com ele não tinha parada mesmo....black belt.......metia logo a cara pra resolver o bagulho........vaiiiiiiiii.

Essa peidada que o Johnny B. deu pra ele foda.

Tem que ter disposição........porrada neles!!

Luís Sousa disse...

Vê ai o video do palhaço do sunny... quer ir ao brazil... hahahah

http://playervideo.globo.com/webmedia/GMCMidiaASX?midiaId=764203|banda=N|ext.asx

www.aguasalgadas.blogspot.com

Anônimo disse...

http://globoesporte.globo.com/ESP/Noticia/Surfe/0,,MUL211104-7499,00.html

Anônimo disse...

Olá, eu sou português!

Vocês, brasileiros têm que dar pau nesses havaianos!!!!

Bodhi disse...

Pergunta: Recém saído da prisão, vc explodiria na frente de todo mundo em um pipe masters?

Anônimo disse...

Muito interessante essa entrevista do Sunny, reveladora até eu diria:

"Sinto falta do Rio, da Barra, dos meus amigos, de ir ao Barra Shopping."

Sei.

castrogo disse...

Caracas pena dágua, o blog tá extourando não escriba!!!Parabéns pelo prestigio. Bem faltou midia p/o conterrâneo meu e seu. QTO AO MR.Makua, concordo em termo e genero s/o surf do cara e personalidade. O resto é marola.

Viva La Brasa disse...

Pau no cu do Sunny. Pau no cu do Makua. Pau no cu do Kala. Pau no cu do Fast Eddie. Esses havaianos têm mais é que se foder. Brasileiro que paga de local em beach break tb tá pedindo...