quarta-feira, setembro 27, 2006

Falta mais um



Morreu Joe Engel, meteoro de talento bruto que assombrou a Austrália e o mundo no final dos 70.
Engel foi o primeiro e único junior a vencer seguidamente o tradicional Pro junior australiano, em 78/79, deixando pra trás seu rival Tom Carroll.
Famoso pelo seu surfe baseado na força e faro para tubos refinado na Gold Coast, principalmente em Burleigh (onde no primeiro evento de 77 foi parado pelo Havaiano Barry Kanaiaupuni), Joe tambem tinha um lado negro que o atraía para os excessos.
Com 22 anos foi campeão do Bells em 83 vindo desde a triagem (primeiro trialista a vencer um evento da ASP), um feito, se levarmos em conta que no Grand Slam australiano os outros vencedores foram os jovens Tom Curren, Martin Potter e Tom Carroll.
Em seguida, decepcionou-se com o surfe, deixou tudo de lado e viveu uma vida reclusa.
Engel foi achado morto em casa, vítima de um ataque cardiáco, tinha 46 anos.
Jack McCoy registrou o surf de Engel na então secreta Nias no clássico filme Storm Riders (que tem edição comemorativa de 25 anos lançada) na companhia de outra figura notória da cultura aussie, Thorthon Falander.
Ainda não tão celebrado quanto Michael Peterson, a lenda cresce.

4 comentários:

L disse...

alta foto. clássico.

Anônimo disse...

Grande surfista , era temido até pelo Tom Carrol.
Competiu nas ridículas competições de surf até que em 85 encheu o saco e saiu fora de cena.
Seu problema , pelo que dizem , foram as famigeradas "drogas" , mais precisamente ácido. Exagerou na dose , e ficou meio doido .
Mas marcou o surf como um dos grande talentos do surf australiano.

Anônimo disse...

so long "josé angelo"

Paulo Fernandes disse...

Caro prof. Julio,
Por onde anda Thorthon Falander que já pegava tubo de backside na indonesia nos anos 80, como a moçada tá pegando hoje.