terça-feira, maio 23, 2006

Reboque por Nick Carroll

Tow surfing only opens new doors if it's done in places no paddle surfer can go. And many goofballs are using the ski to yank 'emselves into waves well within paddling range that they couldn't catch using their arms -- mostly that they wouldn't dare APPROACH. Then beating their chests about being Men, like Laird H, etc.

It's like rich businessmen being driven in Jeeps up to semi-captive lions, then shooting 'em in the head from 20 metres. In a word, fake.

25 comentários:

Anônimo disse...

Caros Amigos,

Depois da última saraivada de mensagens sobre a matéria do Reboque, pensei em lembrar
Tom Blake: "Equilíbrio é a chave de tudo."

Quando alguém passa a maior parte do tempo sendo rebocado por um jet-ski (não existe termo ou palavra em português para a embarcação), perde, no sentido literal da palavra, alguns dos maiores prazeres de um surfista comum: Remar (de volta e para uma onda) e esperar por uma onda, mirando o horizonte.

Donde podemos concluir que é, e sempre será, uma questão de ponto de vista.

Azar o deles.
Prefiro ser um surfista comum.
Nada mais.

p.s. a definição do adjetivo comum no Mini Houaiss também é uma belezura.

"julin rules"

MAR

Anônimo disse...

Tio Maleco,

Só pra registrar que a audiência está subindo que só a porra. Acho até que os editores da "Mais Vendida" devem estar dando suas olhadinhas por aqui...

Já teve resposta do Pinga e do Formiga...
Quem sabe a moda pega e daqui a pouco teremos comentário dos poderosos do surf (sem e) como os superjornalistas Rouxinol, Zobarrão e cia limitada.

Hehehehe.
The Revolution Will Not Be Televised.

Um de seus machos.

dias disse...

Jà dizia uma professora minha de filosofia, há quem tenha e há quem tenha um pouco mais... de lucidez. O artigo já estava escrito, na surf portugal, o Nick Carrol veio corroborar! ;)

GusBomba disse...

Enough said!!!
Vou remando na valinha.
Esse caras deviam fazer wakeboard na Lagoa, bem mais radical que surfar marola de jet.
Dá-lhe Marreco!!!

Andre Costa disse...

Prá falar a verdade, preferiria que os ANTEs-SURF não entrassem no blog, muito menos postassem seus idiotas e medíocres comentários. Quem quiser ler imbecilidade e tendenciosidade que vá a Banca comprá-los. Aqui se discute surf como ele deve ser discutido!!!!

fernando dias disse...

Caro André,

O que define se uma pessoa é inteligente, medíocre ou idiota não é a sua escolaridade ou o seu status social, e muito menos as suas posses, mas unicamente as suas atitudes.
Caso você não saiba, acredito que não, podemos considerar como:

- Atitudes inteligentes: buscar conhecimento para melhorar sua vida e seu mundo; usar o senso crítico; refletir; pensar; ponderar; fazer a coisa
certa... Exemplos: ler e conhecer novas idéias; colocar em prática o
conhecimento adquirido; aproveitar a vida...

- Atitudes medíocres: se acomodar; não fazer nada para melhorar nada; só enxergar o eu, o aqui e o agora; não dar importância para o que realmente tem importância; não dar valor ao que realmente tem valor e valorizar demais o que é secundário; seguir a maioria ou o caminho mais fácil... Exemplos:
esperar pelos políticos; seguir ideologias alienantes ou crenças absurdas; desperdiçar oportunidades; considerar o dinheiro mais importante que as
pessoas; considerar o status e a aparência mais importante que as idéias e atitudes; não participar da evolução da sociedade...

- Atitudes idiotas: fazer coisas, por impulso ou levado pela emoção, sem medir as conseqüências dos seus atos; fazer coisas que poderão prejudicar outras pessoas ou a si próprio; desprezar boas idéias, por puro preconceito... Exemplos: Não respeitar as pessoas nem o meio ambiente; colocar a vida em risco; não querer conhecer nada que seja diferente da sua convicção...

Não tenho dúvida que a situação em que o mundo se encontra hoje poderia ser infinitamente melhor se pelo menos uns 10% das pessoas tivessem atitudes inteligentes.

Caro André em que categoria gostaria de ser reconhecido
pelos outros: inteligente, medíocre ou idiota?

A primeira alternativa, tenho certeza que não....

Julio disse...

Antes que o Goiabada, que como o nome indica é coisa de goiaba, mas antes que os comentários comecem a nos remeter ao ridículo fórum do waves, onde há xingamento, ameaças, disputas, em suma, desrespeito.
Antes disso, peço a minha meia dúzia de tres ou quatro leitores que atenham-se em discutir e comentar apenas sobre as besteiras que escrevo - já basta, né ?
Dito isso, gostaria de fazer uma temerária ameaça:
Se começarem a sair da linha nos comentários, juro pelas minhas canaletas que vou escrever abestalhado e corporativamente como............................. (complete aqui seu veículo predileto)

André Côrtes disse...

apoiado.
abs

Anônimo disse...

Goiabada,

Acho que o Blog está fazendo um tremedo sucesso!
Quando quizeres abrir o seu negócio, conte comigo.

abraços por detrás.
hehehe

Anônimo disse...

julius,

Como não acompanho o Dabucetê como gostaria,
não sei bem se o Mineiro tem vingado a desvairada ou se o Preto Henrique fez o que achamos que ele faria, mas seria muito legal ler uma análise do desempenho do exército de Brancaleone pelo Circuito dos Sonhos.

Sei que existe o site da ASP e das revistas gringas,
mas um textinho em português contendo surfe de verdade e jornalismo de mentira cairia bem. não acha?

Aliás, seguindo indicações nem tanto amigáveis, li a "análise" da mais vendida. Não entendi.

abs

Anônimo disse...

verdade...um análise do wct não seria nada mal..., pois não temos nada que preste na imprensa nacinal.

Cesar disse...

De preferência uma análise por etapa.

A massa clama.

Anônimo disse...

Infelizmente não temos na nossa imprensa esportiva (surf) uma única analise das etapas do WCT ! "ABSURDO" Julius tu tá habilitado...
o único site bom que tínhamos era do SARGE, ele não atualiza desde o a ano passado por problemas pessoais, É simplesmente inconcebível constatar que não haja principalmente no Brasil uma única analise decente do TOUR.
Julio A MASSA TÁ ANSIOSA.

Anônimo disse...

EXTRA! EXTRA!
melhor impossível. textos sob encomenda.
a internet como meio de comunicação bilateral (sem trocadilhos).

manda brasa julio.

uma pergunta:
você concorda que o paulo moura é mais power que o taylor knox?

o guaraná acha que sim.

Anônimo disse...

cara que ódio é esse..? mas respondendo a pergunta acho que knox tem um surf bem mais power qeu o moura.

Paulo disse...

Julio,
A galera muy amiga quer mais lenha na fogueira, que venha as análises e os comentários do glorioso WCT !

Anônimo disse...

Também tou muito a fim Júlio! Sabes que sem o Sarge e com o Nicholas somente à vezes, não dá não!?

Mas, já agora, o que aconteceu com o Sarge?

Abrazzzo,

MP

renato sachs disse...

Moura mais power que o Knox?????, só falta falarem que o Mineirinho joga mais água que o Pancho. Por sinal qual o brasileiro (fora o Percy e o Raoni) que surfa com pressão nas bordas? No Tahiti, assisti brasileiro novato caindo nas cavadas de bunda , em Fiji não sobrou ninguém, este ano tá triste.

Anônimo disse...

leiam atentamente;

quem escreveu que o moura é mais power que o knox foi o guaraná, não eu.

deus me livre e guarde tamanha ignorância.

então julio, Brazucas no Dabucetê e Dacuquésse?

renato sachs disse...

o falerem, foi com ref a maior revista de Surf do Brasil!!!!!, não assino e não leio, gasto meu rico dinheirinho com o The Surfers Journal.

Anônimo disse...

nick carroll, irmão de tom, é um dos maiores (senão o maior) expert em surf da história. acertou na mosca, como sempre. abraço, julio, e parabéns pelo sucesso do blog, zé augusto
ps-sei que não vê, mas na hardcore que vai sair em junho vão indicar o seu blog. dei um tapa no texto (estou fazendo a revisão sw texto), acho que consegui traduzir um pouquinho os belos serviços do goiabada.
ps2- esse jonatas do seu fla é volante clássico como não se via há 30 anos, mas vi só um jogo dele, mas o cara tem estilo e elegância.
abraço, zé augusto

Anônimo disse...

Colocando mais lenha na fogueira dos surfistas-de-reboque:

episódio ocorrido numa tarde de sábado, há uns dois anos, no canto direito de Grumari, quebrando um pouco balançado e grande. Tava GRANDE, tão grande como Grumari pode ficar.

Todos lá fora se posicionando com suas maiores pranchas para esperar as ondas. Certa hora, ao subir uma série, aparece do nada uma dupla de tow-in se posicionando para a primeira onda que entrava perfeita.

Isso bem na frente de todos os "surfistas-normais" que remavam para o outside para tentar pegar a onda ou apenas passa-la.

O jet-ski serpenteia entre o pequeno montante de surfistas soltando seu cheiro de petróleo e chicoteia o supersônico-surfista-rebocado exatamente no pico da direta de uns 8 pés, bem na frente de um surfista que estava remando forte para entrar na onda...

Ao descer a parede, o rebocado faz um estrago: rabeia o supracitado surfista-normal e atropela outros três que passavam a onda no braço.

A dupla ainda impregnou e poluiu o pico por mais alguns minutos antes de irem ao meio da praia onde uma famosa dupla já se encontrava surfando, ondas sem atrapalhar ninguém.

Não tinha sido a primeira vez que vi esses dois ex-tops (?) da ABRASP disputando covardemente ondas na Macumba e em Grumari, em condições normais para qualquer surfista "profissional".

Acho que o ponto crítico dessa discussão toda é RESPEITO, coisa que anda em falta no mundo de hoje. A regra é clara: "Tow surfing only opens new doors if it's done in places no paddle surfer can go". Tem nego no braço, não entre com seu automóvel. Respeite quem está praticando o esporte dos deuses.

Surfar em Grumari, Macumba ou Maresias de tow-in no meio do crowd é uma atitude de extrema falta de consideração com o resto dos surfistas presentes na água.

É uma atitude Covarde e Lastimável...


(eu gosto mesmo é de andar sobre as águas sem motor nem vela, como já disse um poeta)


XXX

Anônimo disse...

eu tava na agua nesse dia e dou nome aos bois: a dupla de idiotas era o Renato Phebo (pilotando o jetski) e o João Mauricio Jabour (sufando). ele passou voando sobre minhas costas quando dei o golfinho pra passar a pequena morra. fiquei muito puto com eles... ficou o maior cheiro de gasolina e atrapalhou todo mundo. eles nem escutaram os nossos gritos de protesto e foram embora.

Anônimo disse...

Mas aqui se faz aqui se paga!!!!

Renato Sebo pagou caro no dia em que seu jet ski quebrou no out side do leblon a ao tentar sair do mar nadando e emopurrando o jet, um cramulhão daqueles que fecha do posto 10 ao 12 espatifou seu brinquedinho...

BEM FEITO !!!!!!

Ps: Ele mesmo já tinha pertido o jet no Grumari (se não me engano) e a embarcação rolou até a areia acertando uma banhista.... Lastimável

Anônimo disse...

Mas aqui se faz aqui se paga!!!!

Renato Sebo pagou caro no dia em que seu jet ski quebrou no out side do leblon a ao tentar sair do mar nadando e emopurrando o jet, um cramulhão daqueles que fecha do posto 10 ao 12 espatifou seu brinquedinho...

BEM FEITO !!!!!!

Ps: Ele mesmo já tinha pertido o jet no Grumari (se não me engano) e a embarcação rolou até a areia acertando uma banhista.... Lastimável