sexta-feira, março 11, 2005

Uma historia de arrepiar

[Tomo a liberdade de reproduzir abaixo parte do impressionante texto que o saite da revista Surfing publica hoje, dia 11/03/2005.
Um relato de gelar os ossos.
Clica no link do título e leia na íntegra.]

'The face of the wave was close to thirty feet.
I made a quick decision to fade the bowl and position myself more in the pocket and a possible tube ride. When I saw the lip begin to pitch I was overwhelmed by the looming power and thought I should try to regain my original line out into the flats and around the bowl. I had a lot of speed and thought I had a legitimate chance of outracing the lip.
Out of the corner of my eye I saw a gigantic thick silver,blue, and gold lip hurl from the sky and land right on my head. I was just into the flats and in a power squat at impact.
The lip had compressed me into my board... it was as if I were standing on a concrete slab and a couple thousand pounds of water was dumped onto me.
Underwater, my first thought was to get to the surface as I knew sets were coming. I got to the surface and went to pull on my leash and felt my leg dangling about halfway between the knee and ankle. I knew instantly it was snapped in half.'

3 comentários:

Andre Costa disse...

Julio

Acompanho seu blog ha muito tempo, porém uma coisa muito me intriga. Percebo que, corrija-me se eu estiver enganado, várias de suas colunas exlatam o nacionalismo ao nosso País, logo porque de inumeras matérias inclusive de grande apelo, aparecem em ingles ? Vc tem idéia que a maior parte dos Brasileiros nao dominam tal lingua, portanto ficam alijados de seu blog e das discussões.

Julio disse...

Salve André,
voce está certíssimo e daqui da minha caverninha raitequi não tenho tempo, às vezes nem paciência, para traduzir artigos inteiros que julgo merecer atenção.
Tenho idéia da quantidade de gente que não domina o inglês tanto quanto o português, mas lamento desaponta-lo por não achar quase nada que preste escrito no idioma pátrio, quando trata-se de surfe.
Eu apenas indico, na indolência de me manifestar sobre tudo, artigos interessantes - como a história desse malandro que fraturou a perna.
Morou ?
abrazzo
Julio

Anônimo disse...

tá gravado em imagem-movimento...

"um dia na vida"