sexta-feira, junho 04, 2010

Mundial de Porto Rico 1968

Percebam quantos anos luz na frente estavam Wayne Lynch e Nat Young do resto da humanidade.
Fred Hemmings em grande estilo roubando o show e escolhendo as melhores ondas, cavando no melhor estilo classico californiano e vencendo uma final polemica até hoje.
Antiquado contra novo.
Nada distante do que acontece hoje entre as gerações, somente mais agressivo e intenso.
Naquele tempo e ainda hoje, campeonatos eram vencidos apenas pela escolha das ondas.
Um jovem havaiano despontava como grande pioneiro do que seria conhecido anos mais tarde como surf Hot-dog, bem parecido com skate nos anos 70.


2 comentários:

Paulo de Tarso Duarte disse...

Pura verdade!
Uma diferença brutal, Reno então na única onda...
Pior aí nem acho a batalha entre novo e antigo, mas sim o desespero de se tentar manobrar com um equipamento não adequado e limitado para o que se pensava.
A transição pega uma porrada de gente de calças curtas! Em qualquer área ou esporte.

Por outro lado quando vejo campeonatos de long board hj em dia, com Phils e afins, dando áreos e batidas e querendo surfar como uam 6'0", mais saudades se tem de ver a linhae feeling de surf de um Tudor...

Anônimo disse...

craci á