quinta-feira, outubro 02, 2008

Som que vai pro Mar

Ernest Ranglin é o Curren da guitarra e esse seu disco é equivalente aquela primeira onda dele em J. Bay.
Nunca foi tão facil definir maestria.



Basta clicar Aqui.
Tomado na mão grande do magnífico You & Me on a Jamboree.

5 comentários:

Henrique Vasquez disse...

Aeeeeeeeee

valeu shoW demais, nem acreditei nesse album assim de moleza.

Hj na narração de Mundaka Kelly comparou um dos floaters do Mineiro ao "Animal ten feet floater in g-land"

te lanço o desafio de achar imagens deste....ou me arruma o mail do peterson que eu pego.

vlw

Anônimo disse...

Fala Julio!!!!
Continuo fiel a este blog, sempre dando akele clik.Bem, dá uma sacada no castropereira.blogspot.com
Lá tem umas coisinhas irmão.Logo ele fica bão e linko os perceiros.Qto a Globo, putz, putz,putz....Saúde camarada.
Castro

Bodhi disse...

Ja que o papo é musica, alguem sabe que som é esse do video "Day 5 Highlights" daqui: http://www.billabongpro.com/mundaka08/videos.php

???

Anônimo disse...

muito bom !

foda...

adri.

Marcos Portinari disse...

fala julio

tudo certo meu velho
esse disco é muito legal
tenta ouvir um dele com o monty alexander
vc vai gostar

abcs

bily