quarta-feira, agosto 02, 2006

PAS

[Numa entrevista recente, Chico Buarque afirmava que, no Rio de Janeiro dos anos cinquenta, “a praia era o lugar mais democrático do mundo” (Visão/TSF). Esqueça-se o contexto. Em absoluto, a praia é o lugar mais democrático do mundo. O surf limita-se a torná-la ainda mais aprazível. Apesar de, naquilo que é um erro de grandes proporções, muitos surfistas não gostarem de praia.]

Pedro Adão e Silva, de novo, leia o resto aqui.

PS - o amigo em dúvida passa o mouse em cima da palavra e clica no 'aqui' (ou no título), lá em cima e será direcionado ao texto mencionado.

2 comentários:

Anônimo disse...

A praia , mas precisamente a de Ipanema , foi minha casa durante anos a fio.
Se tinha onda , e tinha muita onda , ou não , não importava , eu ia pra praia , conheci gente de tudo quanto é tipo , raça, cultos e ignorantes , vi as melhores bundas e peguei meus primeiros tubos....
Praia foi fundamental na minha vida ... foi não , ainda é.
Suker

Anônimo disse...

.

amplitude, horizonte, ilhas, coqueiro, areia, ondas, marolas, merrecas, morras, rainhas, princesas, sereias, carangueijo, peixe, vento, sal...

sol.

Além de tudo, praia é fundamental na educação sexual de qualquer carioca.


eu mesmo não vivo sem.

mr. k

.