domingo, maio 16, 2004

A vantagem


imagem 'emprestada' do www.sargesdailysurf.com/


O negócio transcendeu a mera disputa pelo título mundial.
Slater e Irons não se satisfazem mais com uma coroazinha qualquer, querem mais, buscam o reconhecimento, a unanimidade.
Durante os WCTs quem detem as melhores notas e melhores médias ? Irons e Slater, ou inverta a ordem.
Se o repórter X escreve dizendo que ninguem é capaz de surfar mais do Slater em determinada onda, Irons não descansa enquanto não provar o contrário - e por enquanto, provar é vencer.
Estamos diante de dois dos maiores egos que já frequentaram o imaginário coletivo da comunidade surfista.
Um deles, Slater, teve tudo ao seus pés desde o princípio: Bons patrocinadores, imprensa torcendo e transformando cada passo em manchete de capa, boa tutela, ora de Curren, ora de Sarge, mas precisou provar para todo mundo que era capaz de se destacar no Havaí. Calou a praia, de Sydney a Sampa, com um desempenho avassalador no Pipe masters de 92. O jornal Tracks australiano, perguntava com uma ponta (grossa!) de ironia: Voce ainda acha que Slater é maroleiro?
O mais jovem, mais campeão, mais isso e mais aquilo surfista de toda história, Kelly retomou o gosto pela coisa, competir, quando a maioria pensa em se aposentar - vide Dorian e Machado.
O que motivou KS ? a simples especulação de que ele não seria mais o tal...
Andy Irons, duas vezes campeão do Pipe Masters, Tríplice coroa havaiana e mundial seria o tal agora... ou não ?
Irons teve tudo igualzinho ao Slater e mais, tem por trás uma trupe de guarda-costas que apavoram quem ouse cruzar seu caminho.
O Wolf pack do Kauai está presente e intimidando em todos cantos do WCT: Australia, Tahiti, Europa, menos Brasil, aqui a banda toca um pouquinho diferente.
Irons, por ser havaiano, tem a imprensa comendo na palma da sua mão.
Ninguem ousa dizer um 'ai' dos irmãos Irons sob pena de nunca mais pisar em solo havaiano.
Essa tensão pode ser sentida nos WCTs quando uma nota parece ligeiramente simpática à um dos irmãos Irons.
No Pipe Masters, sempre o esporte subjetivo, teve gente sentada na areia que achou injusta a classificação do Andy na semi diante do Luke Hitchings, Joel arrastou com Andy em segundo.
Na etapa do Gold Coast, AI marcou o herói local Luke Munro por mais de cinco minutos e ninguem tem colhão de escrever uma letra sobre o assunto.
Porem, uma coisa o wolf pack ainda não conseguiu convencer o resto da turma: de que o AI é melhor do que KS.
Na eleição do Peer poll da revista Surfing life, os 44 wcts que votam escolheram Slater.
Em J. Bay, ficou estampado em todas reportagens: Slater surfando 30% mais do que o resto.
Enquanto no Pipe Masters, Andy venceu por erro estratégico do adversário.
Se por um lado o sujeito é incapaz de apontar Slater como melhor surfista do tour por medo de represálias no Havaí, por outro lado, ninguem é capaz de afirmar a superioridade de Irons por medo de parecer ridículo.
A nota 10 de Slater no WCT do Tahiti, duas delas!, comove como o gol do Maradona contra a Inglaterra na Copa de 86.
Extinguiram-se as vantagens.
Slater subverteu a ordem entre goofies e regulars em Teahupoo.
A única vantagem agora é ser Slater.

4 comentários:

Anônimo disse...

Concordo com tudo, mas acho que se escreve "extinguiram-se as vantagens", e não "extinguiu-se as vantagens".

Anônimo disse...

postado por vinicius de carvalho.... ai, julio, sem querer me intrometer no seus textos ou no blog... mas posta outra dica de viagem...

valeu... ta fazendo falta no waves.

Anônimo disse...

Mais uma vez uma análise de quem conhece. Slater não só surfa mais , mas é um pessoa com caráter de campeão. Já Irons tem em sua arrogancia a maior prova de que ele próprio, é o mais inseguro quanto se especula quem é o melhor. Todos sabem quem é o melhor. O mesmo dos últimos 12 anos. Vale a pena ressaltar que na final de Pipe, Irons, além de um erro tático de Slater, contou com a ajuda de seu amiguinho, e companheiro de equipe Parko, que desceu uma fechadeira impedindo que Slater surfasse a onda que, como sabemos, poderia dar-lhe o título. Não importa, o peer poll apontou o que sabemos todos. Mr Slater is still king.

Anônimo disse...

além do homem ter conquistado tudo, até o Eddie , KS será sempre o 1º e AI seu humilde seguidor. Mesmo que alguem bata todos esses recordes do maroleiro da florida, ele deu início à (r)evolução, tal como tony hawk, robbie naish, mike stewart ou schumacher... and there's no glory for second place.
Julio, seu trabalho arrasa. Continue